close button

publicidade
Uncharted: Drake's Fortune

Uncharted: Fora do Mapa é adaptação fiel dos jogos

Para o fã da franquia Uncharted podem ficar tranquilo, pois, Uncharted: Fora do Mapa é realmente a imersão da fraquia de jogos. Fiel a essência do que fez com que esses games ficassem tão popular, Tom Holland e Mark Wahlberg entregam tudo vivendo Nathan Drake e Victor Sullivan.

Sou suspeita para falar, pois os últimos filmes adaptados de jogos que conferi dei notas positivas, mesmo que todos os gamers e críticos tenham detestado. Definitivamente não sou uma pessoa dos games, então sempre via as obras como elas se apresentavam: um filme. E Uncharted tinha muito a favor de ser uma adaptação bem ruizinha (um histórico bem triste para a PlayStation), no entanto, contra todas as expectativas, esse filme realmente é um sucesso.

As tentativas anteriores de adaptar Uncharted

A ideia de adaptar os jogos para a tela surgiu em 2009 mas desde então, passou por seis trocas de diretores até chegar em Ruben Fleischer, que dirigiu Venom (2018) que foi um sucesso em bilheteria. A escolha dos atores principais, Tom Holland e Mark Wahlberg como Nathan Drake e Victor Sullivan, também fez os fãs questionarem: “não são jovens demais?”.

É nessa onda de incertezas e muitos questionamentos que o filme de Uncharted chega para surpreender o público e trazer uma aventura que abarca o melhor do game – a ponto de você pensar que está com o controle na mão vivendo você mesmo – e apresentar o universo a toda uma nova galera.

Uncharted: Fora do Mapa
Créditos: Sony Pictures

A fidelidade a essência do jogo em uma narrativa cinematográfica:

Já quero começar falando daquela abertura linda da PlayStation com seus principais games que foi bélissima demais. Então filme abre, assim como nos jogos, começando naquela cena do jogo com Drake pendurado do lado de fora do avião. Uau! E talvez pelo prazer que tive de ver o filme em IMax, eu realmente me senti dentro do jogo.

Como falei ali em cima não sou a garota gamer, mas para saber o que esperar deste filme, me dei a oportunidade de jogar um pouco dos jogos de Uncharted. Realmente eles foram fieis a tudo desde os cenários, as cenas de fuga, as cenas de luta, até as posições da câmera em vários momentos são exatamente como no jogo. Porém para aqueles que não conhecem os jogos, mas são vidradros em filmes de aventura e caça ao tesouro, vão gostar muito.

Muitos podem até dizer que existe muito de Peter Parker no Drake de Tom Holland, porém vou descordar permanentemente, pois não vejo dessa forma. O Drake do filme – diferente dos games – é mais novo e aqui trata-se de um filme de origem. Ele está caminhando para se tornar o personagem que já conhecemos dos jogos. Ele é jovem, e tem atitudes condizentes com sua idade, e a malandragem que ainda vai ser tornar típica do que já sabemos dele. Então, não, não há Peter Paker em Drake. Há sim, um personagem que está percorrendo a sua jornada para se tornar o Nate Drake malandro, ladrão e caçador de tesouros que conhecemos.

Bom, mas tem suas falhas

É claro que Uncharted, mesmo sendo muito bom, e para mim, uma as melhores adaptações de jogos ao lado de Detetive Pikachu e Sonic, não é tão perfeito assim.

Há algo que precisa ser destacado: os problemas de continuidade. Exemplo é como em uma cena a Chloe (Sophia Taylor Ali) está completamente encharcada e no corte seguinte o cabelo está completamente seco, e o mesmo acontece com várias cenas do Holland.

Mas fora esse detalhe, Uncharted: Fora do Mapa é completamente divertido, muito envolvente e imersivo. Os fãs sairão muito contentes com a adaptação, e aqueles que não jogam, vão adorar a aventura.

E não saia da sala assim que o filme acaba, pois tem duas cenas pós-créditos. É importante!

Uncharted: Fora do Mapa estreia dia 17 de fevereiro nos cinemas!

Postagens Relacionadas
Leia Mais

TeneT ganha novos pôsteres

A Warner divulgou dois novos pôsteres da próxima produção de Christopher Nolan, Tenet, com John David Washington e…