close button

publicidade
The Batman

The Batman

Na semana passada – para quem vem do futuro, no penúltimo fim de semana de fevereirode 2022 – um seguidor em nossas redes sociais veio com a seguinte pergunta sobre The Batman: O morcegão ainda é relevante? Acredito que ele se refira a presença do cavaleiro das trevas/detetive da DC nos cinemas e também na TV. O herói é um dos mais antigos da DC, e junto com seu melhor amigo, o Superman, são os heróis mais antigos do cinema e da televisão.

Já tivemos inúmeras versões do morcegão, e chegar mais uma pode ser cansativo, mas o novo The Batman, conhecido como o projeto mais comentado da última década prova que existe espaço para novas histórias, novas versões, além de reforçar que filmes de super-heróis podem ser filmes artisticos.

Explorando uma versão jovem do Batman, quando o mesmo ainda é conhecido como a Vingança de Gotham, Batman (Robert Pattinson) é temido em Gotham, e a polícia encara ele como um vigilante que precisa ser parado. Prestes a uma nova eleição para prefeito da cidade, um terrorista começa a espalhar o caos por Gotham, criando mortes de notáveis nomes da cidades, Batman é chamado por Gordon (Jeffrey Wright) pois o terrorista está deixando charadas diretas para ele. Para decifrar a verdade por trás dos ataques do Charada (Paul Dano), ele contará com uma aliada esquiva, Selina Kyle (Zöe Kravitz).

Com quase três horas de duração, The Batman é um dos primeiros filmes do cavaleiro das trevas que não tem o holofotes desviado para algum de seus vilões, ou outro personagem. Geralmente, Coringa sempre rouba a cena dos filmes do Batman, o Pinguim já roubou, e até Ra’s al Ghul; e na última vez que o morcego de Gotham apareceu, Diana Prince foi a estrela do filme que tem o nome do herói no título. Em The Batman a história é focado única e exclusivamente nele, tanto que o vilão do filme apenas aparece realmente nos quarenta minutos finais do filme.

Por mais que esse filme seja rotulado como um filme de super-herói, The Batman passa longe de ser um filme deste gênero. Em outras palavras, o filme parece um grande arco de serial killer de CSI, com Bruce sendo o chefe do departamento de investigação. E mesmo com suas duas horas e cinqueta e seis minutos, essa investigação não fica massante. Sempre há um mistério a ser resolvido; sempre há uma virada na história que vai te prender a cada cena.

E não apenas essa construção de mistérios sendo apresentados, o longa se destaca com sua qualidade técnica, se tornando um dos filmes de super-herói mais artisticos, se juntando com Coringa de 2019 e Eternos de 2021. Primeiro que a trilha sonora, mesmo que não tenha sido feito por Hans Zimmer, é algo impecável e memorável; as escolhas da trilha apenas elevam o trabalho da fotografia, outro ponto que soube trabalhar enquadramentos deslumbrantes, que brincam com luzes e sombras, se focam nas silhuetas dos personagens, dando o tom mais dramático da história.

The Batman
Robert Pattinson como Batman

Aquém da técnica, Robert Pattinson entrega um Bruce/Batman mais austero, sombrio e raivoso, que ainda vive as sombras da tragédia de sua infância, mas que precisa entender o passado da sua família e da sua cidade, enquanto muda sua perspectiva como o herói da cidade. Já Zöe Kravitz brilha como Selina, mesmo que nunca tenha sido referenciada ou chamada como Mulher-Gato no filme, mas que sua pose e movimentos bem felinos, e a química entre ela e Robert é tão genuína que quem acompanhou o relacionamentos de Bruce e Selina nos quadrinhos, consegue ver no longa.

The Batman é o encontro de vários elementos que não parecem se conversar muito bem. É um filme de super-herói com qualidade de roteiros impecáveis e oscarizado; é um filme de investigação que fala sobre classes sociais e os erros do sistema; é um drama suburbano com terrorismos social. Após anos com ida e vindas, saídas e entradas de atores, produtores e diretores, mas que não decepcionou, como muitos outros antes dele que passaram por dificuldades e não foram tão bem vistos. É uma obra de arte que abraça os fãs do Batman e do cinema, entregando uma experiência que apenas Coringa conseguiu trazer, há alguns anos atrás.

Postagens Relacionadas